quinta-feira, 31 de março de 2011

O Ano da Morte de Ricardo Reis - José Saramago.


Sábio é o que se contenta com o espetáculo do mundo. Essa frase de Ricardo Reis define esse interessante personagem que ganha vida nas bem escritas letras de Saramago. O Ano da Morte de Ricardo Reis é um romance ousado, que propõe um pacto ficcional interessantíssimo, em que criador e criatura se encontram em um mundo que só é possível no universo das palavras. Criador é Fernando Pessoa, Ricardo Reis é seu heterônimo, mas a maneira como Saramago brinca com essa sutileza faz com que ambos possam existir de maneira autêntica dentro do universo ficcional. Ricardo Reis, depois de seu exílio no Brasil, volta a Portugal, e ao encontrar um país marcado por conflitos internos e externos, se põe a apreciar o espetáculo do mundo. Na sua prosa poética, Saramago tece reflexões sobre política, sobre literatura, sobre o cotidiano, sobre a vida. Solitário, recebendo visitas ocasionais de Lídia, uma criada de um hotel, da menina Marcenda, por quem se apaixona, e de ninguém menos que Fernando Pessoa, Ricardo Reis reflete a condição do homem no mundo. Romance ao melhor estilo de Saramago.

6 comentários:

Debora Mota disse...

Que interessante! Fiquei com vontade de ler.

Lu Pinheiro disse...

Fiquei curiosa. Vou ler em breve. Fiz uma indicação de leitura lá no blog. Bom final de semana

Felipe Faverani disse...

Oi, Bru, tudo bem?
Essa semana assisti a alguns vídeos contendo entrevistas do Saramago. Senti uma falta imensa dentro de mim, sabe? Ele é um dos escritores que mais mexem comigo.
Abraço.

Debora Mota disse...

Olá, Bruno. Obrigada pela visita e pelo comentário. Volte sempre. Ando com o tempo meio corrido, mas em breve vou atualizar o meu blog Opiniões de uma educadora.

Marcos Campos disse...

Mas não é só o meu espaço que é interessante...gostei muito daqui também !
Valeu a dica do livro ! E valeu a visita também !!
Abraço !

João Fco. Viégas disse...

E ae sumido!
Por onde anda?